Notícias locais

16 16America/Sao_Paulo dezembro 16America/Sao_Paulo 2021

Combustíveis, gás, energia: entenda como a inflação afeta o seu negócio e saiba como se proteger


Custo de vida na Região Metropolitana de São Paulo subiu consideravelmente em 2021

A gasolina ficou 38,13% mais cara. O preço do botijão de gás subiu ainda mais (39,13%). A energia elétrica não ficou muito atrás, encarecendo 35,74%. Estas são algumas variações de preços acumuladas em 12 meses até outubro na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), medida pela pesquisa do Custo de Vida por Classe Social (CVCS), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Como comparação, em 2020, a alta dos preços na região foi de 4,44%, patamar bastante inferior ao observado na atualidade.

Além disso, a pesquisa mostra que o custo de vida encareceu, principalmente, puxado por despesas relacionadas a alimentação e habitação, além de gastos associados aos transportes.

De qualquer maneira, as empresas precisam se preparar para o que vem pela frente. Com o aumento da taxa básica de juros, a tendência é de que a inflação arrefeça em 2022. Contudo, até atingir patamares toleráveis, ainda deve demorar um tempo.

Diante do cenário econômico desafiador, a FecomercioSP preparou um material explicativo sobre as atuais condições inflacionárias, além de orientações sobre como proteger o negócio da escalada dos preços. Confira no Fecomercio Lab.

Fonte: Fecomercio SP – 16/12/2021

Voltar para Notícias